Setor automotivo e sustentabilidade: É possível coexistir?

A questão ambiental está em alta e pretende ficar pelos próximos anos, afinal, trata-se de uma questão de real urgência e é fundamental que mudemos muitos de nossos hábitos pessoais, econômicos e industriais para poder salvar o nosso planeta. Os automóveis possuem uma pesada responsabilidade nessa questão, já que emitem muitas substâncias poluentes na atmosfera, o que acaba inevitavelmente gerando o seguinte questionamento: o setor automotivo e sustentabilidade podem coexistir?

Antes de responder a essa pergunta, é importante entender o que é o conceito de sustentabilidade. Ser sustentável consiste em uma série de ações que visam diminuir o máximo possível o desperdício dos nossos recursos naturais e tentar evitar a emissão de substâncias tóxicas que podem afetar diretamente na qualidade de vida da nossa e das gerações futuras.

Essa preocupação tem feito com que as pessoas e até mesmo as grandes empresas criem novos hábitos de vida que estrategicamente ajudam a preservar o planeta e quando falamos em automóveis, não é diferente. Setor automotivo e sustentabilidade podem sim coexistir, mas como isso acontece? O que caracteriza um carro sustentável? Vamos descobrir abaixo.

Setor automotivo e sustentabilidade, como se estabelece essa relação?

O que torna um automóvel um elemento responsável por grande parte da poluição mundial é seu combustível, sendo que os tradicionais quando queimados acabam sendo emitidos na atmosfera convertidos em gases nocivos.

Por isso, muitas montadoras investiram em novas tecnologias que permitiram que fossem criados automóveis movidos de formas alternativas, como eletricidade e biocombustíveis, como cana de açúcar, por exemplo.

Essas pequenas mudanças já fizeram com que o planeta fosse poupado de 32 milhões de toneladas de gás carbônico nos primeiros seis meses de 2018, mas esse não é o único fator que determina que um carro é sustentável, fazendo com que a relação entre o setor automotivo e sustentabilidade seja um pouco mais complexa.

O Conselho Americano de Economia de Energia Eficiente possui uma lista de requisitos que tornam um carro sustentável que não se limita apenas ao tipo de combustível. Um automóvel precisa ser econômico (funcionar sem uso excessivo de combustíveis), não emitir ou emitir mínimas quantidades de carbono no oxigênio, causar o mínimo de impactos globais e também contar com uma produção que não necessite o uso excessivo de energia a ponto de agredir ao meio ambiente.

Isso quer dizer que mesmo que um veículo seja movido a base de um biocombustível, se sua produção exigir altos desperdícios de energia, este deixa de ser considerado um automóvel sustentável.

São exemplos de carros sustentáveis: Chevrolet Spark EV, Fiat500e e Toyota Prius ECO, entre muitos outros. A maioria desses modelos ainda não está disponível em território nacional, mas devem chegar em breve.

O que quer dizer que em breve você poderá contribuir para um futuro melhor para nosso planeta, podendo fazer parte de algo que une o setor automotivo e sustentabilidade. A Quest Multimarcas reconhece a importância dessa causa e a apoia desde já.

Compartilhe já!
Primeira Habilitação
Primeira Habilitação: um passo a passo para tirar
POST ANTERIOR
Em dias quentes não é a mais fácil das tarefas e isso torna o ar condicionado do carro um opcional quase que indispensável.
O que fazer se o ar condicionado do carro não estiver funcionando?
PRÓXIMO POST