Av. Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 4141 & 4272 • Vila Ema – São Paulo

11 2211-2020
0 Compare Page

Blog

Cuidados na compra de carro usado

Cuidados que você precisa ter ao comprar um carro usado

Adquirir um veículo seminovo é uma opção escolhida por muitos consumidores por ser econômico e prático. A compra de carro usado é bem atrativa e vantajosa, porque tanto o valor do automóvel quanto o IPVA e o seguro são reduzidos quando já tiveram um ou mais proprietários.

Mas também é necessário atenção para alguns detalhes, já que com o passar do tempo, é normal que o veículo apresente algumas falhas comuns decorrentes do uso constante consequentemente isso faz com que seja necessário que se tenha cuidado para que a compra do seu carro usado seja apenas vantajosa e não uma verdadeira odisseia de correções de falhas que pesem no seu bolso.

O que devo levar em conta na hora de escolher um carro usado?

Existem alguns pontos super importantes que precisamos levar em consideração na hora de escolher um carro usado.

Origem do carro

Existem sites onde você consegue pesquisar o histórico do veículo. É possível saber se o carro foi roubado, sofreu acidentes, se está alienado, entre outras coisas, por exemplo.

Pesquise sobre a marca

Procure saber quais as marcas que possuem menos problemas com manutenção e bem como o valor das peças de reposição. Para não pesar no bolso na hora de fazer as manutenções preventivas.

Veja também quais modelos de cada marca sofrem menos desvalorização, lembre que você não vai ficar com o carro usado para sempre, vale pensar na hora de revender.

Documentação

Confira se a documentação do carro está em ordem, se tem multas pendentes e se tem manual do proprietário, nele é possível verificar se todas as revisões regulares foram executadas. O manual também traz as especificações técnicas do veículo como, por exemplo, tipo de óleo correto e calibragem dos pneus.

Solicite um test-drive

Dê algumas voltas com o carro e observe o desempenho dele nas ruas. Se for possível, leve seu mecânico de confiança com você.

Observe as condições gerais do carro usado

Observe diferenças de cor na pintura e mesmo pintura opaca,  porque pode ser sinal que o carro sofreu algum acidente, como resultado pode sair mais custos no final.

Quilometragem

Carro usado com baixa quilometragem é mais procurado, sinal de pouco uso e menos custo com manutenção pela frente.

De olho no preço

Desconfie quando o preço estiver muito abaixo do sugerido no mercado, não existem milagres, pode ser alguém querendo se livrar de um problema.

Um ponto que merece destaque na hora de comprar um carro usado é a escolha do local de revenda, procure saber das referências e verifique as condições que o revendedor tem para te oferecer, certamente pode fazer diferença.

A Quest Multimarcas tem o carro ideal para você e oferece um leque de serviços de alta qualidade, além do diferencial da compra segura com 2 anos de garantia.

Em respeito ao isolamento social estamos com atendimento on-line através do whatsapp pelos números 11 95328-2987 | 11 95328-3117, não hesite em nos chamar.

Cuidados que você precisa ter ao comprar um carro usado
Carros mais vendidos em fevereiro

Confira os carros mais vendidos do mês de fevereiro

Já é possível fazer levantamentos relacionados ao desempenho do mercado automotivo no primeiro bimestre do ano de 2020, identificar se houve crescimento em relação ao ano passado no período total ou analisando os meses separadamente, além de outros dados como, por exemplo, os carros mais vendidos durante esse intervalo de tempo.

Divulgado no início do mês de março, o balanço da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) traz todas essas informações, fazendo com que seja possível concluir se o mercado viveu um bom momento e até mesmo determinar algumas tendências para os próximos meses. O balanço também traz a lista com os carros mais vendidos no mês de fevereiro. Você pode conferir abaixo.

O Mercado automotivo no primeiro bimestre e os carros mais vendidos em fevereiro

É importante saber que o levantamento considera dois cenários diferentes para fazer as análises e cada cenário apresenta um resultado distinto. Foram analisados dados apenas para veículos de categoria comercial ou leve separadamente e também houve um estudo que analisou a situação geral, englobando todos os segmentos (Veículos comerciais e leves, caminhões, ônibus, motocicletas entre outros).

Na categoria geral, o cenário apresenta uma leve queda em relação ao ano passado. Nos primeiros meses de 2020, houve 591.565 emplacamentos de unidades automobilísticas, enquanto no mesmo período em 2019, o número foi 599.188, resultado em uma queda de 1,27%.

Já quando se trata do levantamento relacionado aos veículos comerciais e leves, os resultados são mais positivos. Os 192.639 emplacamentos de automóveis pertencentes a essa categoria representam um crescimento de 1,48% em relação ao mesmo intervalo de tempo no ano passado. Quando os dados comparam fevereiro com janeiro de 2020, o crescimento é ainda mais expressivo, representando 4,63%

Apesar dos dados que apresentam uma leve queda na categoria geral, as expectativas para os próximos meses vinham se mantendo otimistas, ainda não sabemos como o mercado irá se comportar com os impactos da pandemia COVID-19. Não é incomum que o primeiro semestre apresente dados semelhantes a estes, por conta dos impactos causados pelos tão conhecidos gastos do início de ano.

O acúmulo de impostos, como IPTU e IPVA, gastos com férias escolares e compra dos materiais necessários para a volta às aulas e até mesmo a pausa para o carnaval tem grande influência no bolso do consumidor, fazendo com que o foco para compra de novos veículos fique para os próximos meses.

Conforme dito acima, o levantamento também traz a lista dos 50 carros mais vendidos no mês de fevereiro junto com o número de unidades adquiridas por condutores. Confira abaixo:

1 Chevrolet Onix 17.652 26 Ford Ecosport 2.440
2 Chevrolet Onix Plus 9.123 27 Volkswagen Fox/Cross Fox 2.183
3 Hyundai HB20 8.402 28 Honda Civic 1.910
4 Ford Ka 8.183 29 Nissan Versa 1.871
5 Volkswagen Gol 5.944 30 Chevrolet S10 1.781
6 Fiat Argo 5.917 31 Renault Logan 1.735
7 Renault Kwid 5.593 32 Honda Fit 1.734
8 Volkswagen Polo 5.517 33 Toyota Yaris Sedan 1.730
9 Volkswagen T-Cross 5.374 34 Volkswagen Voyage 1.694
10 Jeep Renegade 5.354 35 Volkswagen Amarok 1.639
11 Fiat Strada 5.190 36 Chevrolet Spin 1.597
12 Nissan Kicks 4.955 37 Fiat Siena 1.461
13 Jeep Compass 4.684 38 Citroën C4 Cactus 1.447
14 Fiat Mobi 4.678 39 Fiat Fiorino – Fiat Cronos 1.360
15 1Toyota Corolla 4.515 40 Fiat Cronos 1.360
16 Fiat Toro 4.474 41 Chevtolet Tracker 1.337
17 Hyundai Creta 4.464 42 Ford Ranger 1.316
18 Renault Sandero 4.052 43 Fiat Uno 1.274
19 Volkswagen Saveiro 3.188 44 Chevrolet Cruze 1.131
20 Toyota Hilux 3.125 45 Honda WR-V 1.073
21 Ford Ka Sedan 3.052 46 Toyota Etios HB 1.040
22 Volkswagen Virtus 3.047 47 Chery Tiggo 5X 1.036
23 Honda HR-V 2.989 48 Volkswagen UP! 1.002
24 Hyundai HB20S 2.654 49 Renault Captur 950
25 Toyota Yaris HB 2.608 50 Honda City 935

E esses foram os carros mais vendidos no segundo mês de 2020.

Acompanhe o nosso blog e fique por dentro das novidades.

A Quest Multimarcas continua com seu atendimento on-line através do whatsapp pelos números 11 95328-2987 | 11 95328-3117. Entre em contato conosco.

Confira os carros mais vendidos do mês de fevereiro
Pequenos problemas no carro

Como pequenos problemas podem causar grandes prejuízos ao seu carro

Quem não quer ter um carro, não é verdade? Poder se deslocar de um local a outro com muita facilidade e conforto é sem dúvida uma vantagem. Mas para que seu carro seja sempre esse aliado no seu dia a dia e não se torne um empecilho, é fundamental que você mantenha as manutenções em dia. Deixar esse detalhe de lado e ignorar os pequenos problemas, além de ser muito perigoso, pode causar grande prejuízo ao seu bolso.

É comum que muitos motoristas só levem seus veículos a uma oficina quando acontece algum problema médio ou grave e ao chegar ao local de manutenção dar de cara com uma série de outros problemas simples que juntos irão custar mais do que um problema maior.

Confira abaixo uma lista de pequenos problemas que podem causar grandes prejuízos não só ao funcionamento do seu carro, como ao seu bolso.

Pequenos problemas que causam grandes prejuízos

Filtros

Existem vários tipos de filtro em todo o sistema mecânico de um veículo e dentre essa variedade, existe um tipo que demanda uma atenção constante: o filtro de ar, principalmente se o veículo circula em locais onde os índices de poluição são altos ou com grandes quantidades de pó. Outro fator que pede com que os motoristas fiquem mais atentos se dá em veículos que circulam com muita frequência em estradas de terra.

O acúmulo dessas substâncias nos filtros de ar pode desencadear outros problemas em outras peças do veículo. Em situações comuns já é necessário que se verifique o estado no qual o filtro se encontra, para identificar a necessidade de substituição da peça. Em casos onde o contato com terra e poeira é maior, isso se torna ainda mais fundamental.

Correias dentadas

Dentre os considerados pequenos problemas, as falhas na correia podem ser uma das mais responsáveis por prejuízos já que ela faz com que ocorra a ligação entre o comando de válvulas e o virabrequim, então se há um rompimento dessa peça, o funcionamento de mais partes do veículo podem sair comprometidas nas quais o conserto pode sair altamente caro.

Vacilar na gasolina

Muitos motoristas acabam tendo uma mania de deixar para abastecer na última hora. Mas isso não é um bom hábito, já que além de render multa, se o veículo parar na rua por conta de falta de gasolina, pode colocar seu carro em risco, já que a bomba de combustível pode queimar por ter sido forçada a rodar seca. E a troca da peça, dependendo do local da oficina pode custar no mínimo por volta de R$500,00. Abastecer com combustível de má qualidade também pode causar danos, portanto só abasteça em postos de confiança.

Lâmpadas

Outra mania que parece fazer parte de uma lista de pequenos problemas os quais os motoristas insistem em ignorar é a troca de lâmpadas.

É importante fazer regularmente a troca das lâmpadas para que elas não queimem, mesmo assim, existem muitas pessoas que ignoram isso e circulam por aí com as lâmpadas já queimadas, mas isso rende multa e custa pontos em sua CNH, dá pra chamar de grande prejuízo, não é mesmo?

É por essas e por outras que é preciso ter consciência de que a manutenção preventiva é a melhor maneira de evitar esse tipo de problema e poupar seu bolso, mas no momento não é apenas desse tipo de consciência que precisamos!

Em meio à pandemia de Covid-19, é preciso entender que ficar em casa pode salvar muitas vidas. Aderindo e apoiando o isolamento social, sem deixar de pensar nos clientes, estamos realizando o atendimento on-line através do whatsapp pelos números 11 95328-2987 | 11 95328-3117. Entre em contato conosco e confira nossos serviços de manutenção.

Como pequenos problemas podem causar grandes prejuízos ao seu carro
Carro parado quarentena

O que fazer com o carro parado na garagem?

Estamos vivendo um momento bastante atípico em nossas rotinas: A Pandemia do Covid-19 tem trazido inúmeras mudanças, já que para proteger a nós mesmo e as outras pessoas (principalmente aquelas que fazem parte do grupo de risco) é necessário cumprir um tempo de quarentena. Consequentemente, as pessoas estão evitando sair de casa com exceção de situações de extrema necessidade, fazendo com que muitos deixem o carro parado na garagem.

Porém, mesmo sem rodar por semanas, o veículo precisa de alguns cuidados para que quando o motorista puder ou precisar utilizá-lo novamente, ele não encontre problemas de funcionamento. Confira abaixo algumas dicas de como manter uma manutenção caseira enquanto for necessário deixar o carro parado.

Cuidados com o carro parado na garagem durante a quarentena

Tente não deixar o tanque muito cheio

A duração da quarentena ainda é incerta, apesar do decreto estadual definir que o comércio deva permanecer fechado até o dia 07/04, existe a possibilidade de que esse período se estenda. Por isso, o combustível no tanque corre o risco de envelhecer e trazer outros problemas para o veículo. O ideal é deixar uma reserva caso seja necessário sair em um momento de emergência.

De olho no ar condicionado

Essa dica vale para todos os momentos, quando estiver chegando no destino, antes de deixar o carro parado, desligue o ar condicionado e acione o ar seco, para que o sistema de dutos e também os filtros sequem e se mantenham em boas condições.

Dê a partida

Se um automóvel passa muito tempo parado e desligado, existem grandes chances do motor se comprometer e falhar quando for necessário utilizar o veículo novamente. Por isso, ideal é deixar o carro ligado, se possível, durante 20 minutos pelo menos uma vez por semana para manter o motor na ativa.

Verifique o estado dos pneus

Carros que passam por longos períodos sem circular pelas ruas, podem sofrer deformações em seus pneus, por isso, fique de olho neles. É muito provável que os pneus não sofram deformação dentro das próximas semanas em que estaremos de quarentena, mas é recomendável que haja uma verificação regular e caso você tenha o calibrador em sua casa, realize a calibração, e sem esquecer do estepe!

Mantenha o carro sempre limpo

Carro parado não deve ser sinônimo de carro sujo! Reserve um momento do seu dia para poder lavar seu veículo, se você tiver essa possibilidade, e realizar a higienização da parte interna, pois a falta de processo de limpeza aumenta as chances de que fungos se reproduzam nas peças da cabine, causando mau cheiro e desgaste, mais rápido nos bancos, por exemplo.

Existem muitas maneiras de deixar seu carro novinho e em ótimo estado para poder voltar a circular por aí quando a quarentena acabar. Enquanto isso, nada de vacilar! Respeite o tempo do isolamento social e se precisar sair, não se esqueça de lavar bem as mãos ou usar o álcool gel.

Nós da Quest Multimarcas respeitamos o isolamento social e caso seja necessário falar com a gente, estamos atendendo on-line pelos números 11 95328-2987 | 11 95328-3117.

#FicaEmCasa

O que fazer com o carro parado na garagem?
Pneu do carro em desgaste

O pneu do carro gasta apenas de um lado, o que fazer?

Possuir um veículo demanda que o proprietário esteja sempre atento aos detalhes para que seja possível notar qualquer sinal que fuja do funcionamento regular, e neste caso saber como proceder em determinadas situações. Um dos problemas mais relatados pelos motoristas consiste em uma falha no funcionamento do pneu do carro.

Não é incomum que ao observar os pneus, notar que um dos lados está mais gasto do que o outro, provocando desalinhamento no veículo que pode não só comprometer o bom funcionamento desse, como colocar o motorista em risco de acidentes.

Além de ser perigoso trafegar com os pneus “carecas”, é proibido por lei e pode gerar multas.

Mas o que pode causar esse desalinhamento? Como devemos agir em situações como essa? Você pode obter todas essas informações abaixo:

O que pode causar desalinhamento no pneu do carro?

São várias as causas que podem desgastar um dos lados no pneu do carro, a principal delas se dá por conta dos impactos dos automóveis durante os percursos, pequenos buracos, leves batidas, por exemplo. É mais comum que isso aconteça na parte traseira do automóvel.

Pode se observar os desgastes por três ângulos diferentes:

  • Os desgastes no pneu do carro que aparecem na parte central indicam falta de calibração
  • O desgaste nas laterais também indica problemas de calibração e nesse caso é um sinal de subenchimento, ou seja, pressão utilizada abaixo do recomendado de acordo com o fabricante
  • Já os desgastes nas bordas do pneu do carro indicam problemas na suspensão do veículo

Os problemas com a suspensão na maioria das vezes ocorrem por degradação natural de peças específicas como: buchas, batentes, molas e amortecedores. Com essas peças fora dos padrões normais de funcionamento, comprometendo a geometria da suspensão, fatalmente aparecerão problemas de funcionamento nos pneus.

E o que fazer nesses casos?

Ao notar que o pneu do carro está apresentando sinais de desalinhamento, o ideal é buscar por uma oficina mecânica de confiança para que os procedimentos necessários sejam realizados.

Porém, não esqueça, a manutenção preventiva é fundamental e indicada para rodas e balanceamento também, a cada 5.000 km rodados ou a qualquer momento que apareçam sinais de desgaste.

É sempre fundamental que se respeite essa periodicidade para que a qualidade da performance do veículo não seja prejudicada e o motorista possa seguir dirigindo em segurança. Evitar acidentes é dever de todos.

Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas e que elas possam ter ajudado. Continue acompanhando nosso blog para mais conteúdos como este.

Nossa loja está fechada em cumprimento ao decreto de quarentena devido ao COVID-19. Estamos empenhados no combate ao Coronavírus, porém em nenhum momento paramos de pensar na satisfação dos nossos clientes e amigos e estamos com atendimento online através do whatsapp pelos números 11 95328-2987 | 11 95328-3117. Te esperamos por lá.

#FicaEmCasa

O pneu do carro gasta apenas de um lado, o que fazer?
Carro Hyundai

Pensando em adquirir um novo veículo? Conheça as vantagens de um carro Hyundai!

 

Quando tomamos a decisão de adquirir um novo veículo, é preciso que muitos fatores sejam analisados para que façamos a melhor escolha possível dentro daquilo que está entre nossos gostos e necessidades.

Afinal, o carro faz parte de nossa rotina diária e deve ser vista como uma ferramenta que facilita nossa vida. Para te ajudar a optar pelo melhor para você, hoje vamos falar sobre as vantagens de um carro Hyundai.

Já existe um conteúdo em nosso blog que conta um pouco sobre a história dessa marca e como ela venceu inúmeros desafios, superou crises de imagem e se tornou a montadora que mais cresce no mundo.

Isso já pode ser considerado um argumento forte o bastante para que você escolha um carro Hyundai, já que nenhuma empresa se torna líder de mercado sem oferecer um produto de qualidade.

Mas esse não seria o único motivo para se basear na sua escolha, existe outro, igualmente forte e importante a ser levado em consideração.

Carro Hyundai, sinônimo de confiança

Os fatores que levam um consumidor a escolher determinado veículo vão muito além da potência do motor e do conforto oferecido a motoristas e passageiros.

A qualidade de peças vendidas e os bons serviços de manutenção, seja  preventiva ou quando é necessária e a forma com que as marcas tratam seus consumidores também pesam muito na decisão.

Esses fatores determinam o quanto uma marca é confiável e para isso, existem inúmeros institutos de pesquisa que ajudam a criar um índice de confiabilidade de cada montadora, levando em conta critérios como:

  • métodos de entrega e negociação
  • como são feitos os test-drives
  • estrutura das lojas

As pesquisas em sua maioria ouvem a opinião dos consumidores em relação aos critérios acima, citando um percentual baseado em quem usa diretamente os veículos.

Os dados mostram os resultados de uma pesquisa realizada pela consultoria J.D. Power adaptada a realidade dos consumidores brasileiros e mostram que um carro Hyundai pode ser sempre uma excelente opção.

A marca atingiu a maior pontuação do índice do estudo, conseguindo 830 pontos em um total de mil.

O bom desempenho dos seus modelos SUV, como: Santa Fé e Tucson, os compactos (HB20, ix35, Elantra e Creta) também interferiu positivamente nos resultados.

A Hyundai chegou no Brasil em 2012 e logo de cara já ganhou o coração de muitos consumidores do nosso país.

Nos seus primeiros meses em solo brasileiros, as vendas foram bastante satisfatórias e principalmente por conta do conforto de seus veículos, custo-benefício, preço atrativo e dirigibilidade.

Essas são apenas algumas das vantagens de adquirir um carro Hyundai. Gostou das nossas dicas? Para mais conteúdos como esse, basta continuar acompanhando nosso blog.

Venha conhecer o seu Hyundai na Quest Multimarcas. Oferecemos pra você compra segura com 2 anos de garantia.

Pensando em adquirir um novo veículo? Conheça as vantagens de um carro Hyundai!
História da Hyundai

Conheça um pouco da história da Hyundai e como a marca chegou onde está hoje

 

Até mesmo quem não está muito inteirado no universo automobilístico já ouviu falar pelo menos uma vez sobre a Hyundai. E não é pra menos! Nos últimos anos a marca alcançou o status de montadora que mais cresce no mundo. Cumprindo o objetivo estabelecido de se tornar uma das 5 maiores marcas de veículos no planeta até o ano de 2010. Mas como que essa marca chegou a esse patamar? Você conhece a história da Hyundai? Se não conhece, hoje você vai saber um pouco sobre essa grande trajetória.

A história da Hyundai

A história da Hyundai começa há mais de 50 anos, mais precisamente em 29 de dezembro de 1967, quando a montadora oficialmente nasceu. O nome Hyundai já existia havia 20 anos na época, por conta do conglomerado no qual a montadora fazia parte, Hyundai Engineering and Construction Company, fundado pelos irmãos Chung Ju-Yung e Se-Yung Chung, ambos sul-coreanos.

O principal desafio era poder competir com os mercados que eram dominantes na época (Europa, Estados Unidos e Japão). Para isso a marca que leva modernidade em seu nome (Hyundai vem da palavra coreana hyeondae, que significa modernidade) teria de entender melhor o mercado mundial e absorver as tecnologias usadas mais eficientes.

No ano de 1968, a Hyundai conseguiu a licença para fabricar alguns modelos da Ford para que estes fossem vendidos no mercado interno coreano.

Isso seguiu como atividade exclusiva da montadora até 1974, quando a Hyundai lançou seu primeiro carro totalmente desenvolvido por ela. O Pony.

O Pony utilizava de algumas tecnologias japonesas que são usadas por marcas como a Mitsubishi e foi apresentado ao público no salão de Turin, na Itália, em uma sessão destinada a modelos mais populares.  O primeio modelo totalmente da Hyundai ganhou exportação dois anos após seu lançamento.

Após isso, a história da Hyundai começa a apresentar mais crescimento, novos modelos foram surgindo, como o sedã Stellar e o Excel, que começou a ser vendido nos Estados Unidos a partir do ano de 1986, esse momento marca a entrada na Hyundai no maior mercado consumidor do mundo, uma verdadeira oportunidade de ouro para a montadora sul-coreana.

O veículo foi bem aceito ente o público americano, mas enfrentou alguns problemas de queda de vendas após alguns problemas de controle de qualidade, por exemplo, que levaram a necessidade de recall de algumas peças.

Isso tudo acabou gerando uma crise de imagem para a marca, contudo isso logo seria superado.

Em 1991, a Hyundai conseguiu mais um grande marco em sua história: o primeiro motor feito 100% em fabricação própria, batizado de Alpha. O Alpha marca o início de uma marca tecnologicamente independentes e da volta por cima em relação à crise citada acima. O sucesso do motor Alpha foi tanto que logo a Hyundai estava vendendo para marcas como a Mitsubishi que antes era a sua fornecedora.

Em 1997, a marca teve sua estreia definitiva no continente europeu por conta da inauguração de uma fábrica na Turquia. No final da década do 1990, a marca estava crescendo muito, porém ainda não havia conseguido se livrar totalmente de sua imagem associada à má qualidade. Nesse momento nasce uma estratégia altamente eficiente: o investimento em design.

Isso, somado a outras estratégias de marketing, fez com que a visão da marca fosse totalmente alterada e os consumidores passaram a associar Hyundai a produtos de altíssima qualidade. Nos anos 2000 a montadora passou por um grande crescimento, foi quando o objetivo de se tornar uma das maiores empresas automobilísticas do mundo surgiu.

Para isso, foi necessário muito trabalho duro e muitas mudanças drásticas no funcionamento interno da empresa. Fizeram com que a história da Hyundai esteja em um de seus capítulos mais prósperos e positivos.

Gostou dessa curiosidade? Para mais conteúdos como esse, continue acessando nosso blog.

Conheça um pouco da história da Hyundai e como a marca chegou onde está hoje
Conheça o modelo da nova geração do Hyundai HB20 foi anunciado em setembro de 2019 e teve suas vendas iniciadas no final do ano.

Conheça o novo Hyundai HB20X

Hyundai HB20X, o modelo da nova geração foi anunciado em setembro de 2019 e teve suas vendas iniciadas no final do ano. A novidade traz muitas mudanças em relação a seus modelos anteriores e estas acabaram dividindo opiniões entre os consumidores. Entre muitas mudanças e controvérsias, conheça as principais características deste novo veículo.

O que você precisa saber sobre o novo Hyundai HB20X

A nova versão desse automóvel passou por uma profunda releitura em seu design, porém, a nova cara do Hyundai HB20X não agradou a todos os motoristas, que acreditam que o estilo aplicado no modelo foge do espírito aventureiro que ele propõe.

Outro fator que não agradou, justamente por prejudicar a proposta ligada ao adventure, é a ausência do 1.0 Turbo de injeção direta, detalhes que fez com que boa parte do público consumidor considerasse o preço do veículo um pouco salgado.

Por mais que esses dois fatores acabem deixando a tarefa de convencer o comprador a adquirir esse veículo um pouco mais desafiadora, está longe de ser impossível fazer com que se encontre pontos positivos no novo Hyundai HB20X, que na verdade são vários.

Ao realizar o test drive, o condutor irá dar de cara com uma excelente cabine, que repete o padrão elevado de seus modelos anteriores, contando ainda com alguns detalhes evoluídos e aperfeiçoados em relação a seus antecessores.

O interior do carro conta com uma construção de qualidade, com visual agradável, que facilita a condução, os materiais estão todos muito bem encaixados, garantindo conforto e facilidade na hora de dirigir, tanto nas ruas quanto nas estradas.

Realmente, em termos de performance, o modelo atual apresenta pequenas melhorias em relação aos dos anos anteriores, embora que em contrapartida, se tornou menos econômico, pois a demanda de combustível se tornou maior.

Outro fator extremamente positivo relacionado a novidade da Hyundai está na tecnologia, detalhe que promete ser altamente expressivo nos próximos anos, mas ainda é tido por muitos, como artigo de luxo. O HB20X  conta com um painel de LCD, ar condicionado digital, um dispositivo que permite que as portas sejam abertas através de um simples apertar de botões.

A parte digital ainda precisa ser aperfeiçoada, já que esse conceito ainda se trata de uma novidade no mercado automobilístico, mas é fato que os veículos que já possuem essas características são considerados como um diferencial ou artigo de luxo.

As vantagens e desvantagens do novo Hyundai HB20X são bastante expressivas, mas o modelo não deixa de ser uma excelente opção para vários tipos de público. Você se encaixa em algum deles? Para mais novidades como essa, continue acompanhando nossos conteúdos no blog da Quest Multimarcas.

Conheça o novo Hyundai HB20X
Em dias quentes não é a mais fácil das tarefas e isso torna o ar condicionado do carro um opcional quase que indispensável.

O que fazer se o ar condicionado do carro não estiver funcionando?

A grande maioria dos motoristas passa boa parte do dia dentro de seus carros e ficar fechado dentro do automóvel em dias quentes não é a mais fácil das tarefas e isso torna o ar condicionado do carro um opcional quase que indispensável.

Dirigir com ar condicionado em uma tarde de verão parece ser a única alternativa para se viajar com o devido conforto. Agora imagine sentar no banco do motorista, dar a partida, ligar o ar condicionado e de repente se dar conta de que este não está funcionando, o que fazer? O que pode causar tal falha? Descubra abaixo.

Como lidar com o ar condicionado do carro que não funciona?

Existem diferentes tipos de ar condicionado do carro, podendo funcionar de maneira analógica ou digital, mas em ambos os casos, não é difícil identificar e resolver problemas.

Mas como essa peça funciona? Um ar condicionado automotivo basicamente trabalha a partir da evaporação de um fluído que tem como função refrigerar ambientes, a evaporação de tal fluído realiza uma troca de temperatura, o que espalha o ar mais frio por toda a cabine do veículo. O mal funcionamento do ar condicionado do carro pode se dar por falhas em suas peças, falta do fluído ou fluído de baixa qualidade.

E como manter o bom funcionamento do ar condicionado do carro?

Observe como está o filtro: O filtro de um ar condicionado automotivo é a peça que garante que o ar que circula pelo veículo seja de qualidade, por isso é importante sempre garantir que este esteja funcionando perfeitamente, inclusive por ser um dos componentes que mais causam falhas. Para evitar maiores problemas, é importante verificar o filtro com frequência para que você possa identificar um mal funcionamento o mais rápido possível e realizar a troca se necessário.

Verifique o compressor: O compressor é uma peça vital para o funcionamento do ar condicionado do carro ocorrer, o que claramente demanda atenção especial. Ao primeiro sinal de que seu ar condicionado não está refrigerando seu veículo, observe primeiramente o compressor e procure um mecânico o mais rápido possível.

Certifique-se de que não está ocorrendo nenhum vazamento de gás: O sistema de um ar condicionado automotivo possui inúmeras mangueiras onde ocorre o transporte de gases que podem se romper com os solavancos e movimentos mais bruscos que um veículo pode realizar. Isso pode causar falhas no funcionamento e colocar o motorista e passageiros em risco.

Observe a parte elétrica: Outro fator que pode ser um causador comum de falhas de um ar condicionado automotivo, é sem dúvida a parte elétrica e muitas delas podem passar despercebidas pelo motorista, o que demanda manutenção e observação regular.

A Quest Multimarcas recomenda que você visite o mecânico regularmente para um check-up completo e com visão profissional para que se garanta o conforto e a segurança de todos que fazem uso do automóvel.

Para mais conteúdos como esse, fique de olho em nosso blog.

O que fazer se o ar condicionado do carro não estiver funcionando?

Setor automotivo e sustentabilidade: É possível coexistir?

A questão ambiental está em alta e pretende ficar pelos próximos anos, afinal, trata-se de uma questão de real urgência e é fundamental que mudemos muitos de nossos hábitos pessoais, econômicos e industriais para poder salvar o nosso planeta. Os automóveis possuem uma pesada responsabilidade nessa questão, já que emitem muitas substâncias poluentes na atmosfera, o que acaba inevitavelmente gerando o seguinte questionamento: o setor automotivo e sustentabilidade podem coexistir?

Antes de responder a essa pergunta, é importante entender o que é o conceito de sustentabilidade. Ser sustentável consiste em uma série de ações que visam diminuir o máximo possível o desperdício dos nossos recursos naturais e tentar evitar a emissão de substâncias tóxicas que podem afetar diretamente na qualidade de vida da nossa e das gerações futuras.

Essa preocupação tem feito com que as pessoas e até mesmo as grandes empresas criem novos hábitos de vida que estrategicamente ajudam a preservar o planeta e quando falamos em automóveis, não é diferente. Setor automotivo e sustentabilidade podem sim coexistir, mas como isso acontece? O que caracteriza um carro sustentável? Vamos descobrir abaixo.

Setor automotivo e sustentabilidade, como se estabelece essa relação?

O que torna um automóvel um elemento responsável por grande parte da poluição mundial é seu combustível, sendo que os tradicionais quando queimados acabam sendo emitidos na atmosfera convertidos em gases nocivos.

Por isso, muitas montadoras investiram em novas tecnologias que permitiram que fossem criados automóveis movidos de formas alternativas, como eletricidade e biocombustíveis, como cana de açúcar, por exemplo.

Essas pequenas mudanças já fizeram com que o planeta fosse poupado de 32 milhões de toneladas de gás carbônico nos primeiros seis meses de 2018, mas esse não é o único fator que determina que um carro é sustentável, fazendo com que a relação entre o setor automotivo e sustentabilidade seja um pouco mais complexa.

O Conselho Americano de Economia de Energia Eficiente possui uma lista de requisitos que tornam um carro sustentável que não se limita apenas ao tipo de combustível. Um automóvel precisa ser econômico (funcionar sem uso excessivo de combustíveis), não emitir ou emitir mínimas quantidades de carbono no oxigênio, causar o mínimo de impactos globais e também contar com uma produção que não necessite o uso excessivo de energia a ponto de agredir ao meio ambiente.

Isso quer dizer que mesmo que um veículo seja movido a base de um biocombustível, se sua produção exigir altos desperdícios de energia, este deixa de ser considerado um automóvel sustentável.

São exemplos de carros sustentáveis: Chevrolet Spark EV, Fiat500e e Toyota Prius ECO, entre muitos outros. A maioria desses modelos ainda não está disponível em território nacional, mas devem chegar em breve.

O que quer dizer que em breve você poderá contribuir para um futuro melhor para nosso planeta, podendo fazer parte de algo que une o setor automotivo e sustentabilidade. A Quest Multimarcas reconhece a importância dessa causa e a apoia desde já.

Setor automotivo e sustentabilidade: É possível coexistir?
Cuidados que você precisa ter ao comprar um carro usado
Top